Home Resumo do projeto
O Projeto Caveiras Imprimir E-mail
Escrito por Sílvio Luis Rafaeli Neto - favor citar suas fontes.   

 

Resumo do projeto

Cerca da metade superior dos 130km do Rio Caveiras, afluente do Rio Canoas, é considerada classe 1, sendo que no restante há uma variedade de usuários. Naquele trecho convivem comunidades rurais esparsas e uma cidade com cerca de 2500 habitantes. No seu trecho inferior, as águas são utilizadas para abastecer cidade de 160000 habitantes, receber a carga poluidora de uma cervejaria e de dois rios urbanos. Mais adiante, o rio é represado, cujo lago serve a uma geradora de energia, recreação de contato direto de cerca de 1000 pessoas nos dias de calor e atividades econômicas de uma comunidade instalada ao seu redor. Além destes usos, estarão sendo construídas a jusante mais três represas, também para geração de energia, como resultado de um processo de três anos, durante o qual não houve participação da sociedade da bacia. Não existe cadastro destes usuários, nem existem informações qualitativas da água, de modo a verificar seu enquadramento em classes de usos. Há comunidades que sobrevivem de suas águas, outras as utilizam para recreação. Há necessidade de um trabalho de educação ambiental, de modo a conscientizá-las da importância da preservação dos recursos hídricos locais e regionais. Este projeto tem por objetivos levantar informações qualitativas a respeito da qualidade das águas do Rio Caveiras, como meio de diagnosticar as condições do rio para fins de sua adequada classificação. Os dados devem ser levantados antes da instalação das hidrelétricas, servindo como linha de base para um futuro processo de negociação a ser conduzido no parlamento do Comitê Canoas. Será realizado também o mapeamento do uso e ocupação do solo da bacia através de sensoriamento remoto por satélites. Análises espaciais serão realizadas na busca de padrões. Todas as informações serão armazenadas em banco de dados compatível com o Sistema de Informações dos Recursos Hídricos de Santa Catarina e disponibilizadas no site do Comitê Canoas. 

 Passo dos Fernandes

"Passo dos Fernandes"

 

Design MMDCStudio. Validado XHTML and CSS.